Foto Colunista

POR Bárbara Hellen

O Livro dos Espelhos

Colunas / 25.04.17

Mistérios policiais é um gênero que tem ganhado cada vez mais minha preferência. Tenho substituído os romances por eles. Assim como romances, os mistérios só nos prendem se forem de fácil leitura, com personagens com características bem definidas e que nos façam, ao longo do texto, ter algum palpite.

Pois bem, O Livro dos Espelhos, de E. O. Chirovici, nos traz quatro narradores que tentam decifrar um crime que aconteceu há anos, o assassinato do renomado psicólogo Joseph Wieder. De cara, você recebe alguns suspeitos do crime, que voltam a aparecer ao longo da narrativa. Todos os personagens que tiveram algum envolvimento com o psicólogo dão a sua versão e você, do lado de cá, começa a montar o quebra-cabeça.

O lado humano desse livro foi o quanto nossa memória é traiçoeira e nos engana. O ser humano tem uma capacidade imensa de maquiar suas lembranças para torna-las mais agradáveis, e muitas vezes podemos até deixar de saber o que realmente aconteceu – porque iremos lembrar da forma que aquilo nos tocou.

Voltando ao livro, bons livros pedem finais interessantes e eu realmente me surpreendi com o desfecho da história. É um livro para ler no avião ou no domingo, um bom passatempo que não exige uma grande concentração.

Dica extra: Assim como uso app para lembrar onde estou em cada seriado que assisto, também tenho um para os meus livros. É a rede social Skoob. Por lá você pode marcar quais livros você quer ler, quais já leu, e até fazer resenhas.

Seja o primeiro a curtir.
Share on Facebook0Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

*

ARQUIVOS

BH NO INSTAGRAM

FOLLOW @BARBARAHELLEN

BH NO FACEBOOK